Palavras ao Vento

ano VIII ...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

De repente (final de) dezembro

Publicado por Cristiano Nadai under on terça-feira, dezembro 15, 2015
Acho que o meu sedentarismo não me permitiu fazer frente ao ritmo do ano…
As folhas do calendário foram caindo, muito mais rápido do que riscava a lista de promessas da ultima virada, que hoje já nem sei onde está.
A rotina pode ser bem mais efetiva do que cordas ou grades, e qualquer liberdade pode se tornar ilusão (apesar de que mesmo o não escolher já é uma escolha). 
Mas quando deixamos o tempo correr solto e seguimos, à distância e um tanto perdidos os seus passos, a impressão é de que fomos avisados só na última volta da corrida que aquilo era uma competição. Mas é claro que os dias não precisam ser adversários, a questão é que idéias na gaveta nunca vão sair do papel, ainda mais se permanecerem ali desde o ano novo.
Nesse eterno repetir, pouco vale já fazer novos plano para o próximo janeiro, que já dobra a próxima esquina. O amanhã não existe. O ano já está acabando, mas isso é muito diferente de ter o fim consumado.
Restam alguns dias, talvez um quarteirão, e se não podemos cumprir toda a maratona que planejamos, ainda há lugar e tempo de dar alguns passos, e talvez os mais importantes desses doze meses…
É caminhando (não só traçando rotas) que se chega a algum lugar.

Em off: Sim, era para ter publicado  desde 01/12, mas ficou guardado na gaveta do celular.
Em off 2: Edições depois, porque senão aguardaria 2016 rs.

0 deixaram suas marcas:

Postar um comentário

...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

Não limpe os pés antes de entrar...
Tire os sapatos e sinta-se a vontade!
A casa é sua, só peço um pouco de educação e que não venha simplesmente colar uma plaquinha com o seu endereço... No mais, liberdade de expressão é tudo oque há!
Obrigado pela visita e volte sempre, Será bem vindo :)
- Obs: favor deixar algum link (vale facebook, twitter...) ou email em que eu possa responder
- Obs 2: Se preferir, utilize o formulário para contato

 

Palavras ao Vento!

Versos, prosa e erros ortográficos, tudo em conflito!
Verbos se tornam pronomes e do adjetivo se faz um ser... Sob a brisa da madrugada, marés de ideias se colidem e formam Palavras (ao Vento). Se o resultado é bom ou não, só você pode dizer...

:banners:

Protected by Copyscape Duplicate Content Software

Socialize:

Add to Technorati Favorites Arts & Entertainment Blogs - Blog Catalog Blog Directory

Comentando..

Dose diária de poesia?