Palavras ao Vento

ano VIII ...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

Enquanto o mundo nos devora

Publicado por Cristiano Nadai under on terça-feira, julho 22, 2014

Enquanto você se distraí com a sua novela
Se diverte e se aliena de uma só vez
Eu vou contando estrelas, vendo luzes
Que se apagam na imensidão de um morro

Preocupado e rezando para não ser
Mais uma vítima de balas perdidas
Que se encontram com corpos já cansados
De tanto procurarem  à si mesmos

   O meu espírito não se acalma, não entende
   Por mais que me amordacem, não posso me calar
   Enquanto o mundo nos devora...
   Eu não vou esperar que apaguem a última luz

Enquanto vocês conversam e dizem
Mal da última que foi embora
Eu invento desculpas pro meu filho
Que está sonhando em frente à vitrine

Tão perto e distante, nós vemos os nossos sonhos, mas não podemos pegar
Há uma parede invisível entre você e a vida
Um muro de Berlim que não nos deixa tocar o mundo
E ao deixar ver, nos faz sangrar

Nós sustentamos um estado falido, à juros de 40%
Nosso suor é mais ações na bolsa de valores

   O meu espírito não se acalma, não entende
   Por mais que me amordacem, não posso me calar
   Enquanto o mundo nos devora...
   Eu não vou esperar que apaguem, a última luz

(/Cristiano Nadai.)

Em off: Escrito originalmente em 18/01/2007... Sim, momento em que era um "adultescente" (18 anos) com aspirações revolucionárias, que queria criar uma banda e mudar o mundo com a música... rs Não me pergunte onde isso se perdeu (nunca sabemos!), mas deve estar aqui em algum canto adormecido pela vida real :/
Em off 2: Troque “novela” por "Facebook, WhatsApp e Instagram" que fica mais atualizado.
Em off 3: E não, por mais que pareça a letra de um rap, não consigo imaginar nada sem riffs de guitarra ou ao menos alguns acordes de violão. Apenas questão de preferência de estilo, ok?
Em off 4: Edições? Amanhã :P rs. Feito, uma semana depois.
Em off 5: Sem imagens por que, cara, é só olhar ao seu redor…

4 deixaram suas marcas:

DaiHello disse... @ 17 de setembro de 2014 03:14

Já pensou em musicalizar isso ai? Adorei! #Brasil

DaiHello disse... @ 17 de setembro de 2014 03:16

Desatenta... perdão, agora que li o 'em off ' e descobri que na real já é a letra de uma música! rs... mas outra pergunta...pensa em gravar? Pois se não, deveria!

Cristiano Nadai disse... @ 17 de setembro de 2014 16:03

Dai, assim eu me empolgo! :P hehe
Então, essas palavras foram traçadas com a intenção de musicar, mas até hoje nunca fiz isso, talvez um dia. Esses meses atrás que fui reencontra-lo, o original já tem oito anos... (o tempo passa :x)

O meu sonho adolescente (e aos 26 anos ainda haha) é montar uma banda e brincar de música, mas me falta talento e muita dedicação.
Tenho vários rabiscos musicais perdidos. Muitos dessa mesma "geração", quando escrevia uma letra e depois nunca musicava, e outros tantos da época em que descobri que se ligasse um gravador, tocasse alguns acordes no violão e começasse a cantar oque viesse à mente, tudo poderia fluir mais naturalmente; só que ai nunca transcrevia a letra depois e acho que só três pessoas além de mim escutaram as gravações (incluindo a minha mãe e a minha irmã rs).
Ok, acho que deveria brincar mais com isso :D

DaiHello disse... @ 18 de setembro de 2014 20:10

Acho que sim, ás vezes achamos que não sabemos mais e pode ser só falta de tentar outra vez!
Eu aconselho... ;)

Postar um comentário

...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

Não limpe os pés antes de entrar...
Tire os sapatos e sinta-se a vontade!
A casa é sua, só peço um pouco de educação e que não venha simplesmente colar uma plaquinha com o seu endereço... No mais, liberdade de expressão é tudo oque há!
Obrigado pela visita e volte sempre, Será bem vindo :)
- Obs: favor deixar algum link (vale facebook, twitter...) ou email em que eu possa responder
- Obs 2: Se preferir, utilize o formulário para contato

 

Palavras ao Vento!

Versos, prosa e erros ortográficos, tudo em conflito!
Verbos se tornam pronomes e do adjetivo se faz um ser... Sob a brisa da madrugada, marés de ideias se colidem e formam Palavras (ao Vento). Se o resultado é bom ou não, só você pode dizer...

:banners:

Protected by Copyscape Duplicate Content Software

Socialize:

Add to Technorati Favorites Arts & Entertainment Blogs - Blog Catalog Blog Directory

Comentando..

Dose diária de poesia?