Palavras ao Vento

ano VIII ...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

…Enfim…

Publicado por Cristiano Nadai under on sábado, agosto 13, 2011

crianca_velho Já não temo o fim, nem o início

As coisas são, simplesmente

e em tempo finito

(Pobre daquilo que dura mais,

do que os seus dias de brilho)

 

Em off: Coisa velha e de qualidade duvidável, mas era preciso tirar as teias de aranha daqui :)

7 deixaram suas marcas:

Esyath Barret disse... @ 11 de setembro de 2011 16:54

Cris... é aquela velha nova história... Tudo existe enquando deve existir... Quando tentamos estender momentos que já não existem mais... apagamos o brilho do que foi belo.... destruímos a memória do que foi bom e justo... E nos sobra apenas pobreza de lembranças violadas...

Beijos (Des)conexos!
P.S.: Veja se volta a postar!

Patrícia Pinna disse... @ 21 de outubro de 2011 14:06

Boa tarde, Cris. Concordo com você. As vezes queremos prolongar uma situação onde vemos e sentimos que o brilho deixou de existir, e uma vez assim, não sei se terá reinício.
Um abraço, e fique com Deus!

Anônimo disse... @ 7 de novembro de 2011 22:23

amei!!

obrigada

Monise Gabriely disse... @ 23 de dezembro de 2011 17:25

Adorei! :)
http://monisegabriely.blogspot.com/

Heloisa Helena disse... @ 19 de fevereiro de 2012 03:02

só acaba aquilo que há para acabar.

Amanda disse... @ 25 de março de 2012 10:30

Tudo tem seu tempo de brilho, realmente!
Adorei, parabéns pelo blog :)

http://eueoteempo.blogspot.com.br/

Luma Rosa disse... @ 21 de julho de 2012 03:39

13 de Agosto? Podia ser um dia melhor para o último post!! :)

Postar um comentário

...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

Não limpe os pés antes de entrar...
Tire os sapatos e sinta-se a vontade!
A casa é sua, só peço um pouco de educação e que não venha simplesmente colar uma plaquinha com o seu endereço... No mais, liberdade de expressão é tudo oque há!
Obrigado pela visita e volte sempre, Será bem vindo :)
- Obs: favor deixar algum link (vale facebook, twitter...) ou email em que eu possa responder
- Obs 2: Se preferir, utilize o formulário para contato

 

Palavras ao Vento!

Versos, prosa e erros ortográficos, tudo em conflito!
Verbos se tornam pronomes e do adjetivo se faz um ser... Sob a brisa da madrugada, marés de ideias se colidem e formam Palavras (ao Vento). Se o resultado é bom ou não, só você pode dizer...

:banners:

Protected by Copyscape Duplicate Content Software

Socialize:

Add to Technorati Favorites Arts & Entertainment Blogs - Blog Catalog Blog Directory

Comentando..

Dose diária de poesia?