Palavras ao Vento

ano VIII ...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

Por que uma vez blogueiro, bloga-se para sempre

Publicado por Cristiano Nadai under , on sábado, janeiro 09, 2010
Voltei Evaporei sem deixar rastros ou sinais de fumaça, admito, mas um ano depois explico o por que: descobri empiricamente o quanto o tempo pode ser algo raro e precioso.
A faculdade tem me sugado mais do que estou disposto a oferecer, mesmo assim não tem sido o bastante e como ainda tenho que trabalhar (toda a minha esperança depositada em sorteios da mega-sena foi frustrada), os cortes no relógio sobraram para a minha vida social e ponto.com. Sei que sacrifícios em alguns momentos são necessários, entretanto eles não me agradam nem um pouco.
Mas vivo ainda estou e com saudades. De amigos que tenho por aqui e dessa sensação libertadora que é poder blogar, escrever é terapêutico, digo e repito, e foi algo que me fez muita falta durante o ano de 2009. Por que uma vez blogueiro, bloga-se para sempre, li algo parecido em um dos blogs da Iza e agora sei o quanto é verdadeiro.


Antes de tudo, por mais que eu queira esta não é uma volta definitiva e sim uma visita breve, dessas que a cada dia menos fazemos para quem nos importa. As perspectivas para 2010 não são tão animadoras, o pulsar do relógio deve se fazer cada vez mais acelerado, tornando a minha vontade de publicar meus emaranhados de letras por aqui, apenas um desejo difícil de ser realizado.
Ao contrario do previsto, a blogosfera não parou na minha ausência, muito menos tenho alguma ligação com a previsões catastróficas para 2012, que na verdade são apenas bons golpes de marketing (os filmes que o digam). Mas nas minhas breves espiadas pude perceber que o meu circulo de “blogs amigos” sofreu algumas mudanças nesse meio tempo: uns também se ausentaram, outros descansam na eternidade e tiveram aqueles blogs que mudaram tanto as suas características que se não fosse o endereço e o nome, não os reconheceria mais. Mas sem nostalgia, visitarei à todos o mais breve possível.
Um cordial abraço e se considerarem ainda estar em tempo, feliz 2010!
Em off: Aos que se interessarem, quase todos os meus links e meios para contato podem ser encontrados no perfil que possuo no Me Adiciona.com (link aqui)

3 deixaram suas marcas:

Izabel disse... @ 11 de janeiro de 2010 07:54

Olá, Cris!
Não sabe da imensa satisfação em ver este blog atualizado.
Adorei ver-me por aqui. Adoro diário e mesmo co o cartas na mesa no wordpress, é do diário que mais gosto.
Vou espalhar isso lá no twitter.
Beijos!

André Kaworu Silva disse... @ 12 de janeiro de 2010 19:55

Bem vindo de volta rapaz de promissão, estavámos todos com saudade...

tarciso disse... @ 20 de janeiro de 2010 21:25

Cris, é muito bom ver o sinal da tua presença e saber que o que te afastou foi apenas a correria e não outro problema qualquer... corra e quando possível corra contra o vento, deixe que a brisa açoite tuas têmporas enquanto molhas os pés nas águas do mar... mas volte vez em quando pra postar e nos dizer como vais... abraços!

Postar um comentário

...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

Não limpe os pés antes de entrar...
Tire os sapatos e sinta-se a vontade!
A casa é sua, só peço um pouco de educação e que não venha simplesmente colar uma plaquinha com o seu endereço... No mais, liberdade de expressão é tudo oque há!
Obrigado pela visita e volte sempre, Será bem vindo :)
- Obs: favor deixar algum link (vale facebook, twitter...) ou email em que eu possa responder
- Obs 2: Se preferir, utilize o formulário para contato

 

Palavras ao Vento!

Versos, prosa e erros ortográficos, tudo em conflito!
Verbos se tornam pronomes e do adjetivo se faz um ser... Sob a brisa da madrugada, marés de ideias se colidem e formam Palavras (ao Vento). Se o resultado é bom ou não, só você pode dizer...

:banners:

Protected by Copyscape Duplicate Content Software

Socialize:

Add to Technorati Favorites Arts & Entertainment Blogs - Blog Catalog Blog Directory

Comentando..

Dose diária de poesia?