Palavras ao Vento

ano VIII ...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

Capítulos

Publicado por Cristiano Nadai under on domingo, janeiro 17, 2010

I don't care... The timeMe lancei algemas
estou preso em meus medos
Tenho a chave nas mãos
mas a deixo cair entre meus dedos

E não crio um novo mundo…

Todos os dias se seguem
arrastando as mesmas horas
Tenho a impressão de que a novela
sempre repete a mesma história

Ou fui eu quem não mudou de capitulo?

 

Devidos créditos >>> Imagem original: I don't care...The time, por Picciu

10 deixaram suas marcas:

Izabel disse... @ 19 de janeiro de 2010 17:22

Cris, por incrível que pareça, depois que terminei de fazer um texto lá no blog em que falava em ti e em outras pessoas., vi que comentasse na postagem anterior.

O poema é lindo. Respirei profundamente. Quem não tem o dom da poesia como eu, só tende a suspirar com os poemas feitos por poetas como você.

Beijos!

Lais disse... @ 20 de janeiro de 2010 16:04

OI
sim, faz parte do ultimo album deles...

beijo

Cris disse... @ 23 de janeiro de 2010 13:43

Cris, Cris...Tanto tempo que não te leio, moço..rs. Sabe, acredito nos ciclos e em fases que se renovam, feito marés altas e baixas que escondem o que tem que ser descoberto no tempo certo. É uma simples questão de esperar! Um beijo..Saudades, viu?

Juliana Pires disse... @ 27 de janeiro de 2010 14:07

Eu também tenho a sensação de que as coisas na minha vida não mudam, preciso mudar de capítulo, aproveitar essa sensação de recomeço que temos a cada começo de um novo ano e tentar mudar de atitudes!

(PS: eu também não me acostumei com o twitter, ele é meio sem graça, rsrs)

Beijos

Izabel disse... @ 28 de janeiro de 2010 12:55

Voltei! Parabéns por ter ganho o prêmio.
Cadê o post de comemoração? :P

Lua Muller disse... @ 30 de janeiro de 2010 01:52

Querido!!!
Sempre é bom receber tua visita em meu blog, com sábias palavras e recados sinceros. Também me vejo refletida nas tuas divagações sobnre essa nossa breve existência. Pena que dispomos de pouco tempo (vontade e inspiração???) para divargar mais e mais... às vezes também me pego pensando que não mudei o capítulo da minha história. Mas nessas horas a gente sempre acaba obrigando a mente a pensar que se não mudamos é pq o próximo capítulo poderia ser pior. Mas... e se não for? Resta-nos sonhar que somos donos de nós mesmos e regentes do nosso futuro. E enquanto vivemos e sonhamos vamos usufruindo alguns momentos de felicidade e "fingindo" a felicidade em outros...

Grande beijo... E apareça mais seguido, rapaz! hehehehee

Jessika disse... @ 3 de fevereiro de 2010 12:40

Não... é a história que insiste em se repetir, mas continue acompanhando sua novela, seu livro, virando a página, mudando o capítulo... a vida se encarrega de embaralhar as coisas ou acalmar a revolução.
Gostei daqui^^.

Nice Borges disse... @ 8 de fevereiro de 2010 18:29

Em minhas ''andanças'' pela net encontrei teu cantinho e amei.
Puxa! Escreves muito bem.
Interessante... hoje estava pensando sobre isto, muitas situações do presente são similares as do passado, só que com uma nova roupagem, acho que por isso não sabemos dizer se é novidade ou reprise. Talvez o passado querendo voltar à tona, ou talvez seja a alma com medo do desconhecido futuro.
Sei lá...
Estou levando-te comigo, OK?
Beijo!
Nice

Anônimo disse... @ 3 de julho de 2010 00:00

Olá, gostei muito do poema
sempre senti isso mas nao sabia descrever
Parabéns

Bary disse... @ 1 de setembro de 2010 18:41

Hey, em relação ao segundo verso, creio que a novela continua a mesma por que as pessoas não mudam.

Postar um comentário

...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

Não limpe os pés antes de entrar...
Tire os sapatos e sinta-se a vontade!
A casa é sua, só peço um pouco de educação e que não venha simplesmente colar uma plaquinha com o seu endereço... No mais, liberdade de expressão é tudo oque há!
Obrigado pela visita e volte sempre, Será bem vindo :)
- Obs: favor deixar algum link (vale facebook, twitter...) ou email em que eu possa responder
- Obs 2: Se preferir, utilize o formulário para contato

 

Palavras ao Vento!

Versos, prosa e erros ortográficos, tudo em conflito!
Verbos se tornam pronomes e do adjetivo se faz um ser... Sob a brisa da madrugada, marés de ideias se colidem e formam Palavras (ao Vento). Se o resultado é bom ou não, só você pode dizer...

:banners:

Protected by Copyscape Duplicate Content Software

Socialize:

Add to Technorati Favorites Arts & Entertainment Blogs - Blog Catalog Blog Directory

Comentando..

Dose diária de poesia?