Palavras ao Vento

ano VIII ...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

O amor e minhas palavras clichês

Publicado por Cristiano Nadai under , on domingo, novembro 16, 2008
Longe das filosofias banais, o amor não segue nenhuma teoria, tantas vezes ignora até as nossas regras morais e apenas pulsa!
Quando se ama, se renasce a cada dia. Se de um modo geral o clima é ameno, céu azul e raios de sol, no outro dia esquecem-se das tempestades passadas e mandamos flores recheadas de bombons. Porém se paira um ar sombrio de guerra fria, cada sorriso é vendido ou trocado por laminas, rifles, doses de álcool e dias fora de casa...
Aos meus olhos a paixão demonstra a sua maior força quando confrontada com a nossa razão. Muitos amantes podem ser considerados um perigo a sua própria integridade.
Quando o coração segura as regras, esquecemos todas as promessas e palavras que jogamos sobre a vida dos outros. Esquecemos o que julgávamos ser lógico e moral. Daí para romper o que chamamos de regras é um passo, ou um encontro de lábios. Não defendo, mas quando se lida com a libido se tornam compreensíveis (não digo aceitáveis) as traições, aquele seu melhor amigo que ficou com a garota que você mais queria, aquela garota bacana e “perfeita” que se encanta por aquele canalha, o cunhado que sai com a esposa do próprio irmão e por ai vai...
Amor...
Por essas e outras vou colocar o meu coração numa camisa de força, antes que ele prenda a mim por inteiro!

Em off: a idéia era postar hoje alguns selos e memes que já estão atrasados, mas como ficou um post absurdamente obeso para a minha super-conexão via itelefonica, o Live Writer só retornou erros e mais erros, desisti! Durante a semana eu coloco tudo em dia...
Uma ótima semana a todos!



23 deixaram suas marcas:

alana disse... @ 16 de novembro de 2008 23:09

Conseguiu se manter bem imparcial nesse texto, que previlégio!
Então, sou eu sim. Meu nome é Natália Alana! :)
Ah! Isadora, minha amiga, aliás... eu conheço a sua cidade, passei uma semana por ai, nas férias de julho, e pretendo passar por ai em dezembro ou janeiro, se tudo der certo!
Fico realmente MUITO feliz por dizer que meu blog tem 'algo a mais' muito MESMO! (mesmo não concordando, sem modéstias!).
Ah! sorte a minha não ter tirado os comentários, a tempo de você comentar e descobrir que escreve muitíssimo bem!

beijo, e volte sempre.
(aliás, esse meu blog era um segredo, um diário meu... Isadora acabou colocando o link, mas não a censurei, bom.. de qualquer forma, foi bom! :D )

Mila disse... @ 17 de novembro de 2008 01:17

Amor... ando que nem sei o que é isso... não sei se por vontade própria... ou por vontade da vida....
Beijos Mila

Gerly disse... @ 17 de novembro de 2008 02:15

"O amor não segue nenhuma teoria", tá aí uma coisa muito verdadeira. Podem inventar os livros que forem com as regras que quiserem, que ensinem isso ou aquilo pra dar certo, pra melhorar, pra funcionar, o que quer que pareça infalível, não tem jeito. O amor vai lá e faz tudo do jeito que ele quer.

Mas não prenda seu coração por causa disso.
Amar só faz bem, mesmo quendo sofremos, quando não dá certo, conseguimos ver o bem (mesmo tardiamente) que ele nos fez ou nos faz. Seja como for, vale a pena amar.

Bjokas!

Solta esse coração. Nada de camisa de força! rsrsrsrs...

:o)

Nina disse... @ 17 de novembro de 2008 06:49

nao poe o coracao numa camisa de forca nao... deixe-o livre menino....

bjs e ótima semana tbm!

André disse... @ 17 de novembro de 2008 11:23

Oi, to passando pra te convidar a me visitar tbm no meu novo cantinho, além de claro ler minhas poesias no aindaeu.zip.net, agora estou com um novo espaço de política e humor chamado de aindaeu2.zip.net, venha fazer parte, bj te espero lá!

www.aindaeu2.zip.net

Aventureiro X disse... @ 17 de novembro de 2008 11:37

Eita amor que nos deixa realmente insanos.

Quisera eu que todos os malucos do mundo pirassem por amor.

Quantos passarão pela vida sem o conhecer.
Não seja um deles. não se prenda, seja livre...


Forte abraço!

D. Bravin disse... @ 17 de novembro de 2008 14:44

Tá inspirado pra falar de clichês (e principalmente do amor)! A verdade é que quem vive nesse mundo sempre vai sofrer "por tabela", pela vida dos outros =(

maíra disse... @ 17 de novembro de 2008 21:47

oiis tudo bem? espero que simm...já nem sei o que é amor mais bjs se cuidaaa

Polêmica disse... @ 18 de novembro de 2008 15:41
Este comentário foi removido pelo autor.
Polêmica disse... @ 18 de novembro de 2008 15:42

Nossa Cris, adorei esse post. Quando eu estou apaixonada eu fico pensando: "se eu for traída eu perdôo"...eu não consigo me imaginar sem o amor. E é exatamente como você falou, o amor faz a gente passar por cima das nossas próprias regras e opiniões.

Beijão

Si disse... @ 18 de novembro de 2008 21:31

por essas e por outras, ja coloquei minha camisa de força faz tempo.
bjsssss

bat_trash disse... @ 19 de novembro de 2008 05:57

"Tudo é ilusão neste mundo; o amor uma das maiores e mais epidêmicas."
Lord of Erewhon
O amor tem uma conceituação vasta e abstrata. Há filósofos, poetas e até nós, simples seres humanos a tentar torná-lo concreto em palavras, mas ele é arisco, multifacetado, subjetivo. E o amor é confundido com paixão, que é outro conceito abstrato. Sinto que é mais fácil dirigir o amor pra humanidade do que para apenas uma pessoa só. Eu acredito que amor e paixão se confundem. Vejo o amor como uma construção que se dá passo a passo. A paixão é aquela dose de adrenalina enlouquecedora que nos deixa de pena bamba, boca seca, o coração disparado, as mãos suando frio e aquela vontade de encontrar, de estar perto, que é super-gostosa... Dá o maior gás...é combustível que nos mantém vivos, que nos faz suspirar, escrever poemas, uivar pra lua e nos tornar adoráveis patetas.
Bat kiss.

Lais disse... @ 19 de novembro de 2008 09:19

Oi
o que aconteceu para você fazer tal post??
Traição é uma coisa cruel..msm...

ahh eu estou bem..voltei a fazer terapia kkk..
beijo

lais disse... @ 19 de novembro de 2008 10:10

Hummm então quer dizer que tu estas amando...? Você não deveria então pensar coisas boas???
Se terapia é bom eu não sei...mas vou tentar neh?
E sobre o blog é quase certo sim..

Lais disse... @ 19 de novembro de 2008 10:42

Victo e Leo kkkkk
Ñ é um critica rs..
ahh da maior dó de desmanchar o i can fly...pensei tanto nesse nome...tem uma historinha...ahh mas acho q é isso mesmo.
Talvez alguém coloque esse nome em seu blog, e faça o real jus ao que o nome quer dizer.

Karolina disse... @ 19 de novembro de 2008 13:12

ai ai ai, o amor. falamos dele, vivemos ele, vivemos dele!

Essa vida é só sofrer por amar. Deus nos ajude!

Cris Santos disse... @ 19 de novembro de 2008 14:25

Olá D.Bravin
Obrigado pelo icentivo, mas é bondade sua...
Não se existe só, vivemos em constante relação uns com os outros e quanto mais "importante" uma pessoa é para nós, maior a sua capacidade de nos afetar... No amor isso se multiplica³³³³ =/ rs. Por essas e outras amar pode machucar tanto, mas por outro lado, essa é a grande mágia.
Eu tentei abrir o seu perfil mas estava bloqueado, por isso respondi por aqui mesmo...
Saiba que sempre que quiser voltar será bem vindo(ª)
Um grande abraço!

Nathália disse... @ 19 de novembro de 2008 21:25

Amei sua frase final.
Sinto exatamente o mesmo, às vezes.

Beijo!

Mary West disse... @ 20 de novembro de 2008 14:26

Naum ame naumm!! Sério. Poupa-te disso e vâmo beber. :D

Beatriz Paz disse... @ 20 de novembro de 2008 16:20

Oi, Cris.
Pois é, o Meu Namorado Imaginário começou como uma brincadeira. Mas a receptividade foi grande, então eu decidi investir mais nisso, nessa idéia. Minha intenção agora é escrever um e-book no blog, ainda sem previsão para estréia.
Enquanto isso, acompanhe o meu outro blog, http://soletrapramim.blogspot.com.
Não é o mesmo estilo de texto, mas acho que vai gostar.

Beijo!
Obs: que tal um parceria? :D

alana disse... @ 20 de novembro de 2008 22:54

auhsuahsuahsa
perdi minhas férias?
eu adorei a cidade! E as pessoas também... Eu adorei ter um semaforo só, as ruas todas planas... e as pessoas se conhecem! Isso é demais!
Enquanto estava indo para Promissão, de ônibus eu vi o pôr-do-sol mais lindo de toda a minha vida, juro! E vocês têm estrelas! Pode parecer bobo, mas o céu de São Paulo é tão sem cor, sem graça, sem nada... Meu humor até melhorou enquanto estive ai!
Ah! e sua cidade tem a melhor carolina de limão do mundo inteiro, sério!
Ah, tudo bem, não o censurarei, espero suas visitas sempre, e seus comentários serão sempre muito bem-vindos.
Pode deixar que o aviso quando for para Promissão! :)

beijos!

Lais (ex-icanfly) disse... @ 22 de novembro de 2008 19:09

Oi
vim dar bye.
Mas vou continuar passando por aqui....

beijoss

Karolina disse... @ 23 de novembro de 2008 15:48

cris! crriiiiiiiiiiiis! cadê vc? eu viverei até o próximo post? espero q sim!

Postar um comentário

...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

Não limpe os pés antes de entrar...
Tire os sapatos e sinta-se a vontade!
A casa é sua, só peço um pouco de educação e que não venha simplesmente colar uma plaquinha com o seu endereço... No mais, liberdade de expressão é tudo oque há!
Obrigado pela visita e volte sempre, Será bem vindo :)
- Obs: favor deixar algum link (vale facebook, twitter...) ou email em que eu possa responder
- Obs 2: Se preferir, utilize o formulário para contato

 

Palavras ao Vento!

Versos, prosa e erros ortográficos, tudo em conflito!
Verbos se tornam pronomes e do adjetivo se faz um ser... Sob a brisa da madrugada, marés de ideias se colidem e formam Palavras (ao Vento). Se o resultado é bom ou não, só você pode dizer...

:banners:

Protected by Copyscape Duplicate Content Software

Socialize:

Add to Technorati Favorites Arts & Entertainment Blogs - Blog Catalog Blog Directory

Comentando..

Dose diária de poesia?