Palavras ao Vento

ano VIII ...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

Timidez e uma "quase" carta de amor...

Publicado por Cristiano Nadai under on sexta-feira, outubro 17, 2008

Heart Eu te amo, mas não sei dizer...

Perco meus passos sempre que tento te alcançar, tropeço e caio... Dobro a esquina. Talvez fosse mais fácil escrever uma carta, mas no fim sempre rasgo, sei que nunca ficou à sua altura mesmo.

Já arrisquei o telefone, mas quando disse alô encontrou uma linha vazia, eu estava do outro lado cheio de culpas, arrependimento e só, algumas noites até chorando lágrimas de álcool.

Daria o mundo para perder essa timidez, ganharia tudo para conquistar você. Ao menos se as palavras, essas velhas amigas não me deixassem quando encontro os seus olhos. Disse e repito que não seguram velas. O que eu quero é apaga-las e comemorar a vida ao seu lado. Mas para isso você tem que saber que eu te existo, que insiste essa chama aqui dentro queimando a minha alma mas pronta para te aquecer e iluminar nossos caminhos enquanto se tornam um só.

Talvez eu te mande flores, deixe um recado no jornal, uma canção na radio ou algum programa de tv. Mas antes de tudo eu preciso saber, como é mesmo que se diz "eu te amo"?

Em off - Achei tão estranho postar esse texto aqui, a pouco mais de um mês atrás seria normal, mas agora me pareceu tão vazio, sem sentido, bobo³³³, não combinou...  Mas já está publicado e ponto.

_______________________________________________________________________________________

adocao_um ato de nobreza Mudando de assunto mas sem deixar de pensar no amor em todas as suas faces, esta semana visitei o blog Saia Justa, da Georgia e tomei conhecimento da blogagem coletiva organizada por ela e pelo Dacio Jaegger. Tendo como tema: "Adoção, um ato de nobreza!", é  uma iniciativa bacana que eu também estou abraçando. A proposta é gerar uma discussão entre os blogs e trocar opiniões, vivências. É um assunto com muitos pontos a serem explorados e desenvolvidos.

Um detalhe que me agradou é que a blogagem irá se prolongar por cinco dias, isso mesmo, de 10 a 15 de novembro, o que quer dizer que pessoas como eu não correrão o risco de, por falta de tempo, acabar perdendo o dia da blogagem... Enfim, se interessar dê uma espiada nessa postagem aqui do Saia Justa ou passe no blog oficial do campanha onde você encontrará maiores informações.

É por uma causa nobre, participe, a sua contribuição será muito bem vinda!

15 deixaram suas marcas:

Gerly disse... @ 18 de outubro de 2008 01:42

Lágrimas de álcool?? Faz isso não! Como é que vc vai ajudar os seus clientes "com estilo de vida auto-sacrificante"??? rsrsrs... Pense nisso!

Na hora de dizer "eu te amo" de verdade, descobre-se como.

Bjoka!

bat_trash disse... @ 18 de outubro de 2008 17:47

Eu sou morceguinha-correio. Interessado? LOL!

Bat Kiss.

Si disse... @ 19 de outubro de 2008 12:08

me deliciei com sua timidez...romantico, puro.
bjssss meu amigo mais que querido!!
otimo domingo

Oogie Boogie disse... @ 19 de outubro de 2008 15:37

Hey man.
To d volta no blog.

Cara, muito belo o texto. A timidez que nos engasga a garganta e nos soca bem no meio do abdomen é nada mais que uma carta de amor mal resolvida... alguns acentos aqui, uma virgulas ali, e trocar os talvez, por certezas pode fazer de um timido apaixonado, um apaixonado entregado as graças do amor.

Viajei né? aaa, mas ta valendo!

Georgia Aegerter disse... @ 19 de outubro de 2008 16:44

Olha, viemos aqui te agradecer o apoio sobre a blogagem. Valeu mesmo.

Sabe que ninguém aceita quando falamos que somos tímidos para dizer eu te amo?
Acho que falar eu te amo é bem sério e só devemos mesmo dizê-la se isso for real. E sendo assim, o eu te amo vai sair bem natural.

Um abraco

Cris disse... @ 20 de outubro de 2008 08:20

Cris, querido....Nunca o vazio do nosso peito é tão absurdamente vazio, que não nos permita falar sobre o amor, esse trator que nos chega bravo, outra hora manso, mas que felizmente sempre chega. Dói sim, pois não existimos pra amar assim, simples e gratuitamente. Creio mesmo que esse sentimento é sublime demais pra nós, simples mortais (fiz uma rima, putz...rs). Mas uma coisa eu te garanto, meu poeta preferido, eu não desisto de tentar...rs. Um beijo grande no seu coração.

Luciana disse... @ 20 de outubro de 2008 11:28

Você assitiu o Fantástico ontem?Devia ter aproveitado e pedido em casamento ao vivo(Ta na moda agora sabe?rs)
"lágrimas de álcool?" Como assim lágrimas de álcool?KARAKA,amigo.Procura o AAA,ta ficando feio o negócio!Qual é a tua cidade,posso tentar te ajudar e procurar um telefone do AAA pra vc.O que acha?Sério,eu nunca chorei álcool não,e olha que quando eu resolvo beber...(Bebo três copos de cerveja e fico bêbada rs)
Bjo e obrigada pelo comentário.
Volto mais vezes e vc volte sempre tbm!

Lais disse... @ 20 de outubro de 2008 11:50

1 Mês atrás vc estava apaixonado e agora não está mais? será isso?

rs


beijo e boa semana!

Talita Schneider disse... @ 20 de outubro de 2008 13:36

Os sentimentos podem mudar em questão de segundos.Isso é incrível...

Respondendo o comentário:De imediato,não.Mas quem sabe,um dia!

;*

Sobre opiniões disse... @ 21 de outubro de 2008 13:14

CRissssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss!
tdb?
entãop, demorei mais postei, aproveitei essa semana q to em Promis, pq sussa, no fim da facul nem dá! hihihih
Então, quanto ao primeiro post, achei belíssima cada colocação sobre o amor, e gostaria de te indicar uma música que é mto parecida e eu acho linda, chama-se exatamente TIMIDEZ do biquini cavadão, trata-se de uma declaração de amor, de forma forte, precisa direta....
linda!
E quanto a adoção.. eu tbm já postei sobre o assunto a uns tempos atrás no meu blog....
ótima iniciativa eu apoio!
Bjosssss


Ps. Adorei seu post, bem crítico e real né?

Adc no msn!
bjossssssssssssssss

Karolina disse... @ 21 de outubro de 2008 16:58

Holaaa!

sobre o post, mas entao esse texto é antigo? Porque comigo é assim, nem me reconheço quando leio algo antigo q escrevi.Rs

sobre a "adoçao" achei legal. Bom de repassar... Bjim :*

Lorena Portela disse... @ 21 de outubro de 2008 23:34

eu tb amo tanto e só não digo pq é pessoa errada.

buá, buá.

Polêmica disse... @ 23 de outubro de 2008 13:45

Quero participar dessa blogagem sobre adoação também (rs)..A tua carta ficou bonita, eu também sou tímida mas, com o passar dos anos eu acabei me acostumando com a minha timidez e nem quero mais deixar de ser tímida..as vezes que eu chutei a timidez e declarei meu amor para alguém, nunca deu certo =(
eu devia ter ficado quieta mesmo (rsrs)..

beijos!

Mary West disse... @ 23 de outubro de 2008 15:46

A noss inconstancia é bela. :D

Gabriele Fidalgo disse... @ 25 de outubro de 2008 12:40

Primeiro: Que texto lindo! E sabe o que eu acho? Mais bonito ainda por ter expressado.

Segundo: Muito legal a iniciativa. Vou dar uma olhada nos links. :)

E desculpe minha ausência nos comentários, é que essa semana foi bem corrida por aqui.

beijos!

Postar um comentário

...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

Não limpe os pés antes de entrar...
Tire os sapatos e sinta-se a vontade!
A casa é sua, só peço um pouco de educação e que não venha simplesmente colar uma plaquinha com o seu endereço... No mais, liberdade de expressão é tudo oque há!
Obrigado pela visita e volte sempre, Será bem vindo :)
- Obs: favor deixar algum link (vale facebook, twitter...) ou email em que eu possa responder
- Obs 2: Se preferir, utilize o formulário para contato

 

Palavras ao Vento!

Versos, prosa e erros ortográficos, tudo em conflito!
Verbos se tornam pronomes e do adjetivo se faz um ser... Sob a brisa da madrugada, marés de ideias se colidem e formam Palavras (ao Vento). Se o resultado é bom ou não, só você pode dizer...

:banners:

Protected by Copyscape Duplicate Content Software

Socialize:

Add to Technorati Favorites Arts & Entertainment Blogs - Blog Catalog Blog Directory

Comentando..

Dose diária de poesia?