Palavras ao Vento

ano VIII ...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

Alistamento militar obrigatório?

Publicado por Cristiano Nadai under , on domingo, outubro 26, 2008

temido exercito brasileiro Eu já servi o exercito! Está bem, foi o serviço militar obrigatório (aqui é o Tiro de Guerra) e por apenas quatro dias, mas foram alguns dos piores momentos da minha vida...

Fui espancado, torturado, submetido a esforços desumanos, tive que participar de operações de guerrilha, roubar doces de velhinhas e subir o morro atrás de traficantes... Oks, exagerei um pouco, mas o terror foi mais ou menos assim: Acordar cinco da manhã em dias frios para cacete esquimós; aguentar em rigorosa formação geométrica o blábláblá de um sargento autoritário (lembra do capitão Nascimento explicando o que era estratégia? Sorte que por aqui não tem granada, no máximo bombinhas de festas juninas); conviver por duas horas e meia com mais cinquenta homens (acho que não comentei, mas tenho alergia a humanos do sexo masculino e seus derivados); e o pior: Ter que ficar pulando de um lado para outro gritando Ráááá (para quem gritava que deveríamos agir como "machos", isso era muito suspeito e idiota); e só por ter que vestir aquela camuflagem verde já estragava o meu dia.

Por sorte, para tudo se dá um jeito aqui na terrinha e mesmo sendo um dos quatro últimos, escapei!

Fico me perguntando qual o sentido de tudo isso, é tão tolo, é algo alienante. As poucas pessoas que disseram que queriam servir foram dispensadas.

O engraçado foi tanto ouvir dos mais velhos que o T.G. (tiro de guerra) faz bem, amadurece... Hoje sei que é a reação normal de muitos quando se f**** dão mal querer levar outros a passarem pela mesma dificuldade... Ainda sou infantil? sim Talvez. Mas certamente não seria com o serviço militar obrigatório que eu estaria melhor. Lá se incentiva o crescimento de músculos, a obediência e a subordinação e se esquece e atrofiam a criatividade, a critica e a capacidade de pensar em geral. Empacota-se as pessoas para serem mais digeríveis para a sociedade. Na melhor das hipóteses eu seria mais idiota e "conformado" do que eu já sou e na pior, poderia ter estourado uma guerra †

Outra coisa que me irritava era ver alguns companheiros de condenação me pedindo para me esforçar mais, mas esqueça todo aquele patriotismo e tal, se estourasse uma guerra seriamos suicidas, apenas escudos humanos do Exercito. E mesmo depois que eu sai, os que ficaram tentavam mostrar que estavam ganhando algo, bendita lavagem cerebral rs.

Se a situação do exercito for tão precária quanto a do quartel lá da minha cidade, ferrou!!! É mais fácil defender o país com estilingadas e arremesso de pedras do que fazer aquelas espingardinhas dignas de museu funcionarem... (Será que é por isso que dizemos ser um país pacifico?)

Apenas o fato de ser algo obrigatório, para mim já justifica o post. O quadro mudaria 100% se buscassem realmente oferecer incentivos e tirar as obrigações.

Obs: Sobre a (in)validade do exame médico eu nem comento...

65 deixaram suas marcas:

bat_trash disse... @ 26 de outubro de 2008 18:03

É absurda a imposição do serviço militar, só deveria servir quem desejasse. Sou a favor do fim da obrigatoriedade do serviço militar e a criação de programas alternativos de serviços sociais não-obrigatórios.
Bat Kiss.

Luciana disse... @ 27 de outubro de 2008 01:40

Status?De que?Não entendi!rs rs

Meu amigo,do jeito que a coisa ta feia,ta tudo munda doido é pra servir!rs rs
Xero

Camila :) disse... @ 27 de outubro de 2008 18:26

nossa , ée terrivel mesmoo
teenhu doiis primos q servem ao exercito e eu interroguei os doiis klkkkkkk

legaal seu post hein
bejoo

Oogie Boogie disse... @ 28 de outubro de 2008 08:59

Hey man,

O que ue posso dzer é, na hora de se apresentar, é impressionante como todos arrumam uma escolióse aqui, uma super mega miopia ali e entre outras cossitas mais q nos fazem escapar desse inferno ridiculo.
Quer formar um bom cidadão? não entre no serviço militar, seja escteiro.

Eeee só pra concluir, uma músiquinha do Gabriel o genio pensador que diz:

"O serviço militar obrigatório, é uma indecência
Um ano sem mulher batendo continencia."

e tenho dito

Grazielle disse... @ 28 de outubro de 2008 13:32

Nossa... meus irmãos nem precisaram ir pro quartel... ainda bem... tadinhos deles! Pois é, qd vc falou na alienação lembrei de um livro de Rubem Alves que li (Pinóquio às avessas). Ele fala da alienação que acontece na escola! Mto interessante e tudo a ver com seu post...

:*** Cris... saudade!

Mila disse... @ 28 de outubro de 2008 13:38

Se fosse facultativo acha que alguem se alistaria????
Beijos Mila

Polêmica disse... @ 28 de outubro de 2008 17:30

Eu também acho que o alistamento não deveria ser obrigatório não. Ainda bem que sou mulher e não preciso me alistar mas, eu fico pensando quando eu tiver filhos e eles tiverem que se alistar, eu vou ficar muito triste e com saudade, ainda mais sabendo desse treinamento horrível que eles passarão!

Beijos!

nadicademais disse... @ 28 de outubro de 2008 17:42

Super inteligente seu post! Sem falar nas pitadas de bom-humor. rsrsrs...
Espingardinhas de museu + sermos pacíficos foi ótimo, Cris!

Tbm acho q menos obrigatoriedade e mais incentivo seria ideal.

O ideal mesmo seria haver um Ideal pra isso tudo, mas muita gente entra e sai sem se dar conta do que estavam fazendo ali, enfim...

Só uma obrigação sem nenhum sentido pra maioria mesmo.

Bjoka!

Sobre opiniões disse... @ 29 de outubro de 2008 11:41

Crissssssssssssssssssssssssssssssssss!
então né, apoio total essa questão de não haver obrigatoriedade...
Sem contar que quem passa por lá amdurece?
aprende a a ser corrupto em horários, em armar tramóias e bular regras... tá bom se isso é amadurecer temos que rever esses conceitos.
bjos

karolina disse... @ 30 de outubro de 2008 11:30

hauahauhau! meu irmao conseguiu dispensa (nem sei como). Mas realmente, é um treinamento de horror. Principalmente pra quem nunca lidou com isso na vida.

Um abraço e t+

Si disse... @ 30 de outubro de 2008 12:08

td que nos é imposto é horrivel!!!fico imaginando os absurdos que devem rolar num quartel...ainda bem q vc nao ta la meu amigo!
bjsss
bom findi

Mary West disse... @ 30 de outubro de 2008 14:13

Má eu bem que queria ir ao exercito. Se bem que aki no Brasil o máximo que o povo faz é cortar o capim e servir caldim de feijão quando tem festa. Na minha cidade é assim.

GUILHERME PIÃO disse... @ 30 de outubro de 2008 16:25

O serviço militar não ajuda em nada muito pelo contrário, tenho conhecidos que tinham um futuro brilhante tanto no escolar como nas empresas em que trabalhavam, foram chamados e ficaram um tempão afastados, e quando voltaram...bem voltaram diferentes e não concluiram a carreira.
Serviço militar só para quem quer...
E como fica a pátria...se um dia precisar garanto que todos a servirão...
Obs:- Também sou contra ao VOTO OBRIGATÓRIO...
Abraços

Nathália disse... @ 1 de novembro de 2008 12:45

Por isso fico feliz de não vivermos numa situação como a de Israel e, assim, as mulheres não serem obrigadas a se alistarem.

Viva!

Verônica Martinelli disse... @ 1 de novembro de 2008 23:39

Nda a declarar!!
Isso é como voto obrigatório,

ÉS, BRASIL!

Talita S. disse... @ 2 de novembro de 2008 01:51

Bom,mas o nosso grupo é de folclore alemão.Não gaúcho.Eu até já dancei música tradicionlistas gáuchas,mas aí já é oooutra história.

E,meu,eu estava essa semana mesmo pensando em por que isso é obrigatório

;*

Pankwood disse... @ 2 de novembro de 2008 17:44

Eu tbm n curto esse lance de exercito nao....fiz o fiz para nao servir. Odeio patriotismo rsrs

Anônimo disse... @ 14 de novembro de 2008 08:09

Muito Otimo

Jailson disse... @ 15 de janeiro de 2009 00:29

Fomos Preparados Para Salvar Vidas, Matando Vidas...Em Tempos De Paz Você Me Ignora , Em Tempos De Guerra Te Defenderei...Em Quanto Você Aprecia Sua Refeição Nós Cuidamos De Sua Casa ...Em Quanto Você Esta No Parque Com Seus Familiares , Nós Estamos Na Floresta Protegendo A Sua Fronteira...Não Quero Que Nos Chame De Heróis Ou De Salvadores Da Pátria... Apenas Lembrem-Se De Nós Quando Olharem Para A Bandeira E Saibam Que Ela Esta Sustentada Pelas Fronteiras Que Protejemos!!! Ou Seja Somos Apenas SOLDADOS... Pela Pátria Damos A Própria Vida!!! Brasil Acima de Tudo!!!...

cfh disse... @ 27 de janeiro de 2009 13:17

Tô com medo de sevir o exército depois desse post...

mais vou com a cara e a coragem...]


Brasil acima de quase tudo...



..Abaixo somente de Deus!!]


abrass =p

Cris Santos disse... @ 29 de janeiro de 2009 09:35

Kkkkk
Fica em Paz Cfh, esse é apenas o MEU ponto de vista e você pode ter uma visão totalmente diferente, gostar e voltar aqui para dizer que eu estou errado, hehe.
Agora falando do Brasil, bacana esse seu nacionalismo :) Ultimamente tenho sido invadido por uma paixão por essa terra Verde-Amarela. Descobri que amo isso daqui! (e não é epoca de copa do mundo rs)
Obrigado pela visita. E se quiser voltar, a casa é sua!
Obs: Tentei abrir o seu perfil no Blogger mas está bloqueado, por isso respondi por aqui mesmo.
Abraço!

Anônimo disse... @ 4 de fevereiro de 2009 10:58

eu quero min alista mais minha cidade não tem tiro de guerra e eu quero servi

musedementia disse... @ 4 de fevereiro de 2009 19:34

Jailson disse... @ 14 de Janeiro de 2009 18:29

jailson, vemos bem como é o exército vendido do brasil justo quando precisamos dele!
quando a monarquia derrubou o escravismo quem se vendeu pros grandes escravistas? o exército!
quando o brasil caminha pra um lado mais socialista, quem se vendeu pros grandes empresários? o exército!
por último: aqui em SC aconteceu essa tragédia de chover durante 1 mês inteiro e tudo mais, morrendo mais de 100 pessoas. o brasil inteiro mais milhares de mantimentos... e adivinha quem roubou os mantimentos? o exército!

quer saber? o exército que enfie a pseudoproteção na bunda!

o exército brasileiro representa muito bem a corrupção humana.

Anônimo disse... @ 25 de março de 2009 18:51

Mas quando eu te comi naquele dia no TG, vc gostou, né?

Anônimo disse... @ 26 de março de 2009 09:54

Como oficial do Exército, com 17 anos de serviço essencialmente em unidades de tropa do Exército, sinto-me no dever de informar e emitir uma segunda opinião.
É indiscutível a necessidade de Forças Armadas num país com a extensão territorial do Brasil e as riquezas de toda ordem que possui. Quem ignora isso não tem qualquer conhecimento estratégico e visão do cenário mundial.
Vários aspectos contribuem para a necessidade do serviço militar e para o aspecto obrigatório:
1.culturais:o povo brasileiro tem uma característica de ser acomodado e pensar de forma individualista, o que certamente traria prejuízos â seleção de recrutas.
2.econômicas: o recruta custa muito menos para o governo, comparado ao soldado profissional. Além disso, o governo não precisa lançar mão de incentivos remuneratórios que seriam necessários para o caso do serviço ser voluntário.
3.social: o caráter obrigatório torna o serviço justo e igualitário, sem discriminar raça, cor, religião ou classe social. Nenhuma instituição tem uma amostra populacional tão heterogênea e regida sob o mesmo regulamento 4. militar: o país é extenso e dotado de uma infinidade de riquezas. Há necessidade de um efetivo grande para ser mobilizado em caso de conflito. Isso é obtido com a chamada reserva mobilizá-vel, os recrutas formados nos últimos 5 anos.
5. Cenário mundial: outros exércitos de países do primeiro mundo estão revendo seu serviço militar voluntário por causa carência de efetivos, como os EUA e a Inglaterra.
Concluindo, o serviço militar obrigatório, de acordo com a conjuntura, é ainda a melhor opção para nós.
Quanto às críticas apresentadas sobre excessos e deficiências, como toda instituição grande, o Exército está sujeito a distorções que, quando identificadas, são devidamente corrigidas.
A atividade militar exige superação e garra, força de vontade na formação. A maioria dos soldados formados termina o seu tempo satisfeito, com um perfil diferenciado de auto-confiança e maturidade física e mental e ainda sente saudades do tempo de quartel, tendo várias histórias para contar para o resto da vida. A maioria das pessoas que não servem se arrependem.
Concluindo, para se ter uma opinião a respeito do assunto é preciso conhecer bem o tema e ter uma visão mais abrangente das coisas.
Capitão Juliano Oliveira
Oficial do Exército.

DonFerreira disse... @ 24 de abril de 2009 13:55

minha opiniao
deveria continuar sim a ser obrigatorio, pois aparenta ser mais funcional
porem acho que deveriam chamar quem quiser ir primeiro, e se nao der o minimo de homens, chamem aqueles que nao querem ir.
sou ruim pra expressar minhas ideias escrevendo, mas deve ter ficado claro minha opiniao

Anônimo disse... @ 3 de junho de 2009 17:41

Horrivel isso, não deveriam obrigar ngm a servir.
Meu namoado foi chamado pra fazer o exame médico, ele é o caçula de 4 irmaos homens. Nenhum dos irmaos dele serviu, mas ele pelo jeito ele vai ter que ir =/. É trsite porque ele tava contado que não ia ser chamado, ja tava planejando um monte de coisas e agora isso.. É fo**. E eu vou ter que me conforma em "ficar sem namorado" por um ano =/.

Porque não chamam só os que tão afim de servir e os que não fazem nada da vida hein?!

Bom, isso aqui foi mais um desabafo.
Obrigada.

Anônimo disse... @ 6 de junho de 2009 18:19

Tbm sou contra o serviço militar obrigatório!!
Eu já passei por essa experiência! é horrivel

Já vi pessoas que passaram no vestibular e naum puderam cursar a faculdade por causa do tal serviço.

Penso que sentimentos como o nacionalismo são formas de alienação total. No exercito as pessoas aprendem a não pensar, apenas em cumprir ordens, se tornam verdadeiros "computadores" que apenas entendem e respondem com zeros e uns( onde 0="não, senhor" e 1="sim, senhor").
Serviço obrigatório é um "atraso de vida" pra quem tem outros objetivos em mente.
Fora serviço militar obrigatório!!!!


Escrevendo este post lembrei-me de uma música do Legião Urbana que fala enquanto jovens soldados que sonharam com a " glória" do exercito morrem em guerras, grandes generais ficam em suas casas simplesmente jogando dama. heheh
citação:

"Existe alguém
Esperando por você
Que vai comprar
A sua juventude
E convencê-lo a vencer..."

"...E quando longe de casa
Ferido e com frio
O inimigo você espera
Ele estará com outros velhos
Inventando
Novos jogos de guerra..."

Ouçam essa música e reflitam sobre: A CANÇÃO DO SENHOR DA GUERRA - LEGIÃO URBANA

Abraço a todos

Anônimo disse... @ 6 de junho de 2009 18:22

corrigindo:
...enquantos grandes generais...
vlew galera

Anônimo disse... @ 6 de junho de 2009 18:23

aff
tava certo!!!
correção inutil!!!

Anônimo disse... @ 6 de junho de 2009 19:14

Se são tão bons soldados como mostram suas medalhas, nas guerras, deveriam ficar na linha de frente...

Anônimo disse... @ 31 de agosto de 2009 23:43

Cara, vc é mais um vítima do Gramshismo...N sabe o q é? Pesquisa... M dá pena de ver um jovem que pensa assim...talvez a culpa não seja sua...Mas de seus professores e da esquerda (que não é um fantasma, está aí bem vva e se articulando em pleno século XXI, pena que ninguém vê). Como eu digo aos meus sooldados...Antes de falar bem ou mal, conheça e conquuiste esse direito. Vc não tem esse direito, vc passou menos de 1 semana dentro de um quartel de 2a categoria (Tiro de Guerra). Vc n tem referência, além de ter uma opinião pré concebida. O q vc já fez pelo nosso país? Criticou? Falou mal? Pense nisso

reinaldonapraia disse... @ 8 de setembro de 2009 10:21

Ainda bem que nem todos pensam como vc, já pensou como seria o Brasil. Vc não serviu e não procurou saber a opinião dos que fizeram. Nosso soldado é um dos melhores do mundo, segundo revista inglesa.

Anônimo disse... @ 6 de novembro de 2009 05:17

você é um lixo como cidadão brasileiro

Anônimo disse... @ 11 de novembro de 2009 13:56

Concordo plenamente com o comentário do cap. Juliano Oliveira, esclarecedor do ponto de vista institucional.
Do ponto de vista pessoal, o que temos visto em nossa juventude é um excesso de individualismo que chega a ser preocupante.
Servi na Polícia do Exército, como sargento e após a minha baixa na Legião Estrangeira da França por mais 12 anos, tendo executado ações no Chade / Etiópia e Líbano.
Independente do país onde servi, criei laços de camaradagem que levo até o fim dos meus dias, com colegas do Brasil/França/EUA/Inglaterra/Russia/Espanha e de todos os países com os quais tive contato.
As forças armadas dos países são tidas como obsoletas / anti humanitárias, etc, mas quando a barbárie humana se estabalece (e ela é muito mais feia do que gritar Raa debaixo de sol), é a nós que o mundo recorre.
Tive o desprazer de ver aldeias inteiras de mulheres, idosos e crianças massacrados por seus compatriotas (e isso não é filme de Fred Kruger nem videogame) então não posso me abalar com os gritos dos meus superiores em instrução.
Vida de caserna não é para qualquer um. É para quem defende seus semelhantes da queda para a escuridão da falta de humanidade e espírito coletivo.

Anônimo disse... @ 12 de dezembro de 2009 12:27

vao se foder exercito é muitu tri vcs q sao um bandu de marica q nao pode aguenta uma carguinha !! pelo jeitu vcs sao argentinos isso sim !!

David disse... @ 28 de dezembro de 2009 21:47

Eu já me alistei já me apresentei e sobrei no quartel.
Mas esses 2 dois um dia de ir se aistar e o outro dia para mim apresentar graças a Deus essa fose da inha via já passou.
Mas na minha opnião esse negoço de ser abrigatoria é pura palhaça pq nimguém é obrigado a nada se eu fosse o lula eu tirava essa porcaria de alistamento obrigatorio espero q daqui a alguns anos essa porra ñ seja mas abrigatorio pq isso pra mim é palhaçadapuro fogo no c´............... do governo esse é minha opnião

Anônimo disse... @ 4 de janeiro de 2010 20:41

se realmente o tratamento é degradante ,temos uma contradição ,de um lado o artigo 5° paragrafo 3 ,no qual garante que ninguem sera submetido a tratamento desumano ou degradante,e de acordo com os relatos de cristiano não foi o que aconteceu,e de outro,na mesma constituição a obrigatoriedade do serviço militar.Sou brasileiro e vou morrer sem entender esse país.

Anônimo disse... @ 5 de janeiro de 2010 11:48

noticia boa!!!!!!!
a questão esta sendo discutida no congresso,se vcs querem fazer valer sua opinião ,cobrem dos governantes,o assunto esta completo no site: http://blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/camara-aprova-fim-do-servico-militar-obrigatorio/

Anônimo disse... @ 11 de janeiro de 2010 15:35

Olha, sou a fovor sim, homem que é homem tem q servir
sem mais a declarar!!!!

Jhonny Magi disse... @ 26 de janeiro de 2010 13:54

Opa blz?
Realmente se post é muito bom ^^
Vou completar 18 anos agora, e fico indignado, pois muitos amigos meus quiseram servir e foram dispensados, e vice versa.
Por exemplo eu sou um “Anarko Pacifista”, e apesar de achar que a paz é algo pelo qual devemos lutar,creio que não é deste modo que vamos chegar a algum resultado...
Realmente fico puto com estes fascistas que tentam dominar nossas "vidinhas", dês da televisão, até as escolhas de sermos ou não violentos...
Não entendo pq o povo e as autoridades consideram retroceder evoluir...
Bem fico por aqui, continuo fazendo meus protestos, meus zines em meu grupo de ativismo o “Somos Vivos”, e tocando em minha banda Punk a “Ataque Fatal”.
Abraços a todos,Força Sempre
...e...
Batique Novorique

alexandra dias disse... @ 29 de março de 2010 15:51

eu adoraria servir!mulher é melhor que homem

Gust disse... @ 3 de julho de 2010 16:39

Pobre do ser humano que tem pátria, pois seu lugar no universo é diminuto.

Anônimo disse... @ 14 de agosto de 2010 10:23

Sou contra o alistamento militar obrigatório.
Mas já que é assim, o alistamento militar devia ser obrigatório para as mulheres. Elas só falam que elas são excluídas, que elas sofrem preconceito, entre outros, que elas sofrem o machismo todos os dias, e outras baboseiras. Você sabia que 97 entre 100 pessoas sabem da existência do dia da mulher, e apenas 16 entre 100 pessoas sabem da existência do dia do homem. Nós combatemos terroristas, entramos em guerras, damos nossa vida ao Brasil, e temos que aturar esta porcaria de exército. Nem por isso, o nosso dia é reconhecido. E, só porque um bando de mulheres foi queimado elas merecem um dia. Isto é muito preconceito contra os homens. Só de sofrermos o risco de sermos atingidos por um chute, bolada, tiro, e outros no saco (virília), já deveríamos ter um dia.
Estou combatendo o preconceito contra o homem.
Já vi muitas homenagens às mulheres, mas nunca vi uma homenagem aos homens. Sacanagem! E depois as mulheres dizem que elas sofrem preconceito.

Anônimo disse... @ 14 de agosto de 2010 10:32

Elas podem até falar: "Ah, agente sofre a dor do parto, que é 1000 vezes pior que um chute no saco"
Mas nós respondemos: Vocês têm recursos como anestesia, ou então podem fazer uma cesariana. Agente não. Se levar um chute no saco, não tem coisa que faz a dor passar, e além disso, temos que passar a vergonha de se jogar no chão e ficar retorcendo de dor enquanto as mulheres ficam rindo e dizendo "ainda bem que eu não tenho saco!"

Anônimo disse... @ 14 de setembro de 2010 10:30

O HOMEN ESTÁ CONDENADO A SER LIVRE!

Engraçado. Esses que estão criticando as idéias dos que são contra ao Alistamento Obrigatório,
dizendo que só porque não queremos ser escravisados no exercito, nós deixamos de ser patriotas?

Agora vocês acham que obrigar alguem a fazer o que não é de desejo da mesma é ser patriota?

Como diria minha avó: Vocês tem Titica(merda)na cabeça!

Acho que por isso descidem escolher está mediocre e humilhante profissão. Pois a única coisa conseguiriam e que sabem fazer, e correr, brigar, matar e falar besteira das quais nem sabem o que falam ou sobre quem falam.

Agora eu pergunto a vocês critícos!
Conhecem Sartre?

Aposto que não.

Bom Sartre afirma que cada homem projecta à sua maneira a vida e, portanto, o mundo, e é responsável por esse projecto, porque escolhe com liberdade absoluta, sem limites nem condições. Poder-se-ia até afirmar que Sartre defende que o homem é o Deus do seu próprio destino.

Mesmo assim, Sartre diz que todo o projecto (livre) humano esbarra contra a realidade (sociedade) e está, por conseguinte, destinado ao fracasso. E, assim, o homem é um Deus falhado.

Ou seja, Sartre atribuiu, por um lado, ao homem uma liberdade infinita, que dispõe de possibilidades inúmeras e pode, na base destas, escolher e projectar sem limites nem condições.

Por outro lado, atribuiu ao mundo natural e histórico em que o homem vive um poder determinante igualmente infinito, uma necessidade absoluta que não só limita como anula a liberdade infinita do homem.

Conclusão:

Precisamos ser livre, pelo menos para amenizar nossas dívidas com a sociedade. Pois somente sendo livres poderemos 'evoluir' (ou economicamente, ou profissionalmente, ou intelectualmente, ou ...) e produzir contrapartidas positivas para o melhoramento da civilização.

A LIBERDADE NÃO É DIREITO, E SIM OBRIGAÇÃO!

Anônimo disse... @ 3 de fevereiro de 2011 16:40

Soh homem macho de verdade é que serve o exercito (eu vou servir pq sou homem e amo meu pais).Quem critica é pq é uma bixa loka, fala mau agora mas quando estoura um guerra somos nois os alienados, os idiotas é que vencemos elas para vcs seus baitolas.
O criador do post pode se atualizar pq meu amigo em 2009 serviu em um QUARTEL em Brasilia e ele me conta que nao existe porcaria nenhuma de tortura "isso é papo de bixas que num guentaram o trampo" disse ele para mim eleainda tah lah servindo eta vivendo bem pah caramba.

Alistamento obrigatorio sim, se nao o país ficara sem defesa pq tah faltando macho nele, sao poucos que encaram o serviço militar por vontade propria. Eu sou um patriota mas antes de tudo sou um BRASILEIRO e como diz o hino Nacional:
"[...]DESAFIA O NOSSO PEITO A PRÓPRIA MORTE![...}
"[...]VERÁS QUE UM FILHO TEU NÃO FOGE À LUTA,
NEM TEME, QUEM TE ADORA, A PRÓPRIA MORTE.[...]"


Socialista que se fodam o exercito tava era certo de ir contra eles.

Eu sou brasileiro e honro minha patria!

Fernando Montuan disse... @ 11 de maio de 2011 15:30

Bom falando em alienado e gente de cerebro minusculo, olha um ai comentando em cima de mim,rs
Se tu quer dar a sua vida em uma guerra, sinta-se a vontade ninguém está o proibindo disso, mas não ofenda que não quer fazer o mesmo por um Pais podre e corrupto (antes de tudo, não sou anti-patriota), apenas acho que não vale a pena se sacrificar por um pais que nem ao menos se importa com você (o cidadão), e mais uma coisa, não é servindo ao exercito que você vai provar ao mundo que é homem, afinal já vi inumeras materias em jornais e revistas de soldados (e até mesmo comandantes) gays, que lutaram por seus paises indiferente de suas opções sexuais, então não venha com preconceito ou muito menos falar que exercito é lugar de "machões"!

p.s.: fui dispensado do exercito sim, e com muito orgulho, tenho minha vida e meus próprios planos a se realizar, e em nenhum deles incluia perder meu tempo brincando de soldaddinho com suas arminhas e equipamentos enferrujados, eis o teu grandioso exército brasileiro!

Anônimo disse... @ 11 de julho de 2011 16:38

maaan pra quem diz que servir o exército é coisa de macho, só digo uma coisa:tenho 13 anos e não entendo nada disso mas sim,tenho medo muuuuuuuuuuuitoooo medo de servir ao exército e outra si exército é coisa de maçhões pq homem come homem de acordo com comentários que eu li??
esse é o exercito e não não deveria ser obrigatório!!!!!

diego.h disse... @ 11 de setembro de 2011 20:21

meu e-mail é digo1718@hotmail.com
eu tenho que me alista esse ano ,pois já tenho 17 anos e meio..

Anônimo disse... @ 24 de setembro de 2011 15:36

É engraçado esse papo de patriotismo , quando vivemos em um dos países mais corruptos do mundo . Voce se prepara pra ir a uma guerra morrer pela sua pátria e os chupins cartolas roubam o dinheiro da sua família diariamente .
Sera que não precisamos arrumar a casa primeiro , pra não correr o risco de morrer nesse sistema de merda? E quando a constituição , que prevê serviços alternativos em caso de convicção filosófica ou política específicas ? Sera que não precisam de assistentes sociais pra atender o povo que morre diariamente nos hospitais , ao invés de treinar homens para matar?
Enquanto voce é privado da liberdade e de suas escolhas , existem 21 países que já aboliram o serviço militar obrigatório , assegurando o direito de ir e vir que de fato existe na constituição majoritária dos países (exceto aqueles ditatoriais). Se os EUA , que é o maior país do mundo , tem efetivo pra se envolver em tantos conflitos mesmo sem alistamento obrigatório , porque um paiséco como o Brasil , que vive em cima da muralha , insiste nessa tecla?
Nesses tempos nós somos é obrigados a ir para o exército e servir a oligarquia que comanda lá : limpar a casa do sargente , do capitão e do general (combo). Não vejo nada de patriostismo nisso , em morrer por um país onde a corrupção se alastra no meio daqueles que governam o país . É voce lá no campo e o sujeito nadando com as verdinhas suadas da população.

Anônimo disse... @ 22 de dezembro de 2011 20:57

isso é completamente ridiculo,as pessoas fazem planos para seu futuro,mas vem a porcaria desse serviço militar e acaba com tudo,se nao se alistar vc é nao ´´e considerado um cidadao,e os politicos corruptos continuam,isso e justiça patriortismo?pior sao os politicos q roubam o dinheiro q cada cidadao paga pra poder comprar suas futilidades,fazer suas viagens,e claro comprar a raçaozinha do seu cachorrinho.Isso e um absurdo,cade os direitos de liberdade de escolha asegurado pela constituiçao??????o governo nao faz nada em relaçao a isso,os deputados pegam meses de ferias ,enquanto nao estao mais criando leis estupidas.
Se é obrigado aos homens pq nao e pras mulheres tb?????elas podem fazer suas escolhas,enquanto o futuro de nos homens dependem da sorte e da vontade dos militares,isso é justo??????
Pior sao aquelas propagandas,como o governo pode fazer aquilo????
Seria justo vc lutar o ano inteiro por uma vaga numa universidade e vc passa e nao pode estudar,por causa do serviço militar,q tem q ficar seguindo ordens de um militar q se acha o manda chuva.Se eu for escolhido eu nunca vou passar por isso,nao vou deixar q controlem minha vida,mesmo eu nao sendo um cidadao,eu dou um jeito,mas participar do serviço militar obrigatorio nunca.

Anônimo disse... @ 26 de janeiro de 2012 19:51

Por mim as pessoas poderiam ter a sua propria decisão para se quisessem entro no serviço militar acho uma injustiça com as pessoas por que isso pode acabar atrapalhando os planos para o futuro de varias pessoas

Anônimo disse... @ 8 de fevereiro de 2012 14:30

Faço 18 anos neste ano e não quero servir exército nenhum, tenho tantos objetivos para
minha vida e isso certamente acabaria com
meus planos ,quero me formar e trabalhar em
algo que eu gosto e não ficarr me matando la

Anônimo disse... @ 17 de fevereiro de 2012 13:58

País de Liberdade? Uma merda! è lógico que os oficiais aqui vem defender o seu. Bucha de canhão ´[e o recruta, não é? E isto que o Brasil democrátic e tudo o mais que se profetizam, além de ser um baita puxa-saco dos EUA ainda vem falar em riquezas, extenções territoriais, etc... até parece que os EUA não tem nada disto? E lá não tem nada disto, ali sim tem liberdade e democracia. Aqui eles pensam como na idade das cavernas! Realmente tem "titica na cabeça,não são capazes de produzir alimentos nem se seus pais estivessem doentes, nem menos serem torneiros e em casa ajudar a mãe com diabetes que se submete a insulina todo dia,não bastasse ser pobre, e resolvem serem oficiais com a idéia das cavernas de que segurança d'um país é só com armas. Experimentem sem comida.... ABAIXO o autoritarismo! FIM á Obrigatoriedade do serviço Militar!

Anônimo disse... @ 2 de março de 2012 00:29

O Brasil não precisaria de serviço obrigatório se seu povo fosse mais patriota, não só apenas em época de copa do mundo. Realmente nos EUA o serviço militar não é obrigatório, porém grande parte de seus soldados são imigrantes ilegais que procuram servir para conseguir o "Green Card". Além disso, o salário pago nos EUA é muito mais atrativo que o daqui.
Como já foi falado anteriormente, o Brasil tem grandes extensões territoriais e dentro delas muita riqueza que todos nós brasileiros devemos proteger. Para isso se faz necessário um grande efetivo, efetivo este que não se conseguiria se o serviço militar não fosse obrigatório, pelo menos com o salário que é pago atualmente.
Muitos citam a "liberdade" para escolher seu futuro, porém todos nós antes de termos direitos, também temos nossos deveres para com a nossa Pátria, sejam eles no pagamento de impostos,no cumprimento das leis, na hora de votar e também no serviço militar obrigatório. Muitos entendem o ano de serviço militar obrigatório como um ano perdido, quando na verdade deveriam entender que é um ano dedicado à sua Pátria, à sua Nação.
No Exército pode se aprender muita coisa, entre essas coisas destaco atributos e valores morais já esquecido por grande parte da população. A grande maioria dos que já serviram sabem do que estou falando ( a minoria são os que passaram por lá e não conseguiram aprender esses valores). Conheci e conheço muitos cidadãos que não queriam servir, mas acabaram tendo que servir e gostaram tanto que decidiram continuar na carreira das armas. No Exército, como em toda instituição,não se pode evitar que apareçam pessoas corruptas e com desvio de caráter, porém o que diferencia as Forças Armadas das outras instituições é que quando se descobre não acaba em pizza.
Nós da carreira das armas não procuramos a guerra como foi citado anteriormente, mas temos que estar prontos para defender, se necessário, aquilo que é nosso, ou seja, nosso território, nossas riquezas e nossa população (inclusive todos aqueles que demonstraram, tanto nesse blog como em outras situações, total falta de patriotismo e descaso com as Forças Armadas). O trecho da Canção do Exército abaixo reflete bem o que acabei de dizer:
"A paz queremos com fervor,
A guerra só nos causa dor.
Porém, se a Pátria amada
For um dia ultrajada
Lutaremos sem temor."
Por fim cabe lembrar que caso o cidadão obrigado a servir tenha passado em faculdade, ele pode trancar e iniciar no próximo ano. Inclusive é previsto em lei o empregador segurar a vaga, por um ano, daquele cidadão obrigado a servir, ou seja, depois do serviço militar obrigatório o empregador é obrigado a reempregar aquele que teve que sair devido ao serviço militar obrigatório.
Não querer servir é um direito de todos, porém o dever para com a Pátria está acima dos direitos individuais. O problema não está em não querer servir, e sim naqueles que falam e criticam sem ter conhecimento de causa, sem ter vivido essa situação.
Obrigado!
Brasil acima de tudo!

Anônimo disse... @ 3 de março de 2012 00:08

Bom cada um defende seu prato! Mas quero deixar umas perguntas: Segurança de uma Nação será que é só armas? E produzir alimentos, aliás a profissão menos valorizada no Brasil, parece-vos não dizer nada? Trabalhar em outras profissões tão ou quanto importantes até parece não dizer-lhes muito! Por que não põe estes que tem passagem por crimes e drogas em primeiro lugar à servir? Já que dizem que tanto se aprende os valores morais e etc., lá? Se tanto dizem que excessos são punidos, por que não admitem a grande imprensa trazer reportagens que nem numa "Coppa do Mundo" dos excessos e das barbáries que novos recrutas são submetidos_ joelhadas nas costas por que logo não conseguiram ficar retos que nem flexas, torções no braço porque ele não ficou estaqueado exato como a cabeça do superior o queria,fora os etcs. e tal? São estes os valores morais? São estes os recrutas especializados em defender nossa Amada Pátria? Ou será que são eles os mutilados no corpo e na alma que terão nojo de um dia terem nascido,quando terão cumprido com sua malfadada obrigação? Se eu leio artigos sobre medicina,ou fisioterapia,leio uma coisa, se ouço as lamurdias de recém "enganjados" praçinhas, até parece que o que leio é quase tudo mentira. No dia que VOÇÊS tratarem os filhos da nossa Pátria como verdadeiros Seres Humanos, e implantarem uma real Democracia nos Quartéis onde a Imprensa possa mostrar não só os belos e suntuosos desfiles e cerimônias militares mas também o seu lado obscuro e podre no dia a dia, serei o primeiro a apoiar o Serviço Militar. Quero deixar bem claro que não sou patriota de copa do mundo, pois tou pouco me lixando para este tal futebol de cachorro grande que qualquer cego enxerga as suas manipulações. Considero-me tão patriota como qualquer militar;mas só aquele com alma com o seu próximo; produzindo alimentos para a Nação, e cada noite agradeço a Deus por me ter iluminado em achar a brecha na lei para não precisar ter servido, e peço ao bondoso Pai do Céu que ilumine e dêe coragem aos mandatários dos quartéis para recrutar os de real desvio de caráter e conduta e coloquem estes em primeiro lugar no tão falado caminho certo e deixem os úteis para construir a nossa grande Nação. Só lembrando ainda que talvez se a nossa pequena grande elite se desse por conta do que não precisariam ganhar para viver bem ser recruta neste país também seria atrativo, não sou contra ganhar bem, mas contra esbanjar, que é bem diferente.Obrigado e que Deus vos ilumine."Os verdadeiros seres humanos amam a liberdade e a democracia no mais amplo sentido da palavra"

msn disse... @ 3 de março de 2012 17:18

eu queria saber o que pode acontecer se eu negar a me alistar no exercito e eu nção posso pegar a minha reservista sem me alistar no exercito? e essa lei não pode ser tão branda assim.quem não se alista,só poderia ser multado e não preso.a lei obrigatoria do alistamento é uma vergonha.eles só poderiam dar multas pra quem não se alistassem,e não prender

Anônimo disse... @ 4 de março de 2012 13:21

As palavras do anônimo de 03 de março de 2012, 00:08, apenas confirmam o que eu havia falado anteriormente, ou seja, ser contra o serviço militar obrigatório é um direito de todos, porém falar coisas de que não se tem conhecimento é de grande irresponsabilidade. Eu não tenho conhecimento de que a imprensa ou qualquer outra pessoa, em algum momento tenha sido impedida de entrar num quartel para acompanhar a instrução do recruta. Além disso, agressões,humilhações ou coisas do gênero citados pelo referido anônimo são proibidas no Exército e quando ocorrem os responsáveis são punidos conforme o Regulamento Disciplinar do Exército.
Em relação a sugestão de colocar criminosos pra servir ou é brincadeira ou total falta de inteligência. Colocar pessoas com desvio de caráter em um local com armas e munições seria de grande burrice e irresponsabilidade. O Exército ensina valores aos seus militares, porém não faz milagre, ou seja, pegar um cidadão com desvio de caráter e transformá-lo em um santo. Por isso entendo essa sugestão como piada.
O Exército é baseado em 2 pilares, a HIERARQUIA e a DISCIPLINA, e a democracia dentro do Exército existe desde que não sejam feridos esses pilares. Lembro que a hierarquia não é exclusividade das Forças Armadas, qualquer entidade pública ou privada possui sua hierarquia (funcionário, gerente, supervisor, presidente...).Quem não gosta de hierarquia tem que trabalhar como autônomo, fora isso estará sujeito a algum tipo de hierarquia.
Gostaria de lembrar que todos os militares, inclusive ou recrutas, são preparados para o combate e para que estejam realmente preparados para o que possa acontecer é necessário um treinamento árduo. É graças a esse treinamento que o Brasil se destaca internacionalmente como é o caso Força de Paz que atua no Haiti.
Gostaria de deixar um link de um vídeo no youtube que resume bem a profissão militar. http://www.youtube.com/watch?v=gd3bmtqMU8w&feature=fvwrel
Obrigado

AT 125 Ibiapina disse... @ 5 de junho de 2012 20:24

Cara sério não sei nem o que dizer...
Meu acordar cedo, problemas com os exercícios e sobre a hierarquia? pô meu faça um favor né cara, eu sou moninor(aquele que no TG se f*** bem +que um atirador) não reclamo, sobre a espigadinha que o senhor citou logo ali encima, acho que deve ter um pouco +de respeito sobre elas o nosso mosquefal é uma arma antiga mas atravessa no minimo 5 abestados(um atras do outro) com um so tiro e a uma distancia de 400m. obs: ela tem alcançe maximo de 4km. Então cara dé +respeito a essa arma, sobre os gritos vc estava falando sobre o frente pra...(direita ou esquerda) isso serve para os homens pegarem o ritmo da tropa, acabarem ficando todos iguais e mostrarem o poder da tropa. O instrutor desse TG deve ter levantado as mãos quando você foi liberado por que pelo geito seria dor de cabeça... Outra coisa: quando acontecesse uma invasão ao nosso pais, eu duvido que você iria la para frente de batalha, sabe por quê? porque você é uma cara que so sabe falar e nem se dar ao menos o trabalho de verificar melhor o que acabou de dizer.
Sou Mon 125 Ibiapina e com muito orgulho sirvo a minha pátria através do Tiro de Guerra 10-011.

Anônimo disse... @ 2 de agosto de 2012 20:33

Cris,boa noite,
Adorei tudo que vc disse. Tenho um filho que está em processo de alistamento, meu coração até dispara em pensar que ele irá servir, estou rezando todos os dias para que isto não aconteça, mas se acontecer não sei o que será de mim, já que só tenho ele e não sou casada, o considero muito além de um filho, um grande amigo. Esses dias um amigo dele que já está no exército estava me contando os horrores que acontecem por lá, eles não respeitam mais a vontade da pessoa de ir ou não, se falar que não quer ir é aí que eles escolhem, nem se a mãe é solteira, eles não quer nem saber, passam por cima de direitos humanos que diz que "toda pessoa tem liberdade de ir e vir". Agora eu te pergunto, e se meu filho vier a ter algum problema de saúde estando lá, ou mesmo vir a falecer, porque já aconteceu se não me engano foi este ano mesmo. Tá o quartel vai ressarcir, mas e a saúde dele e a vida dele quem me trará de volta?. Alguns devem pensar "protegidinho da mamãe", é sim, criei com todo amor, comi o pão que o diabo amassou para cria-lo sozinha, e vem um zé ninguem querendo bater, gritar, humilhar e colocar em cima dele toda sua raiva acumulada (não sei do que, deve ser falta de sexo ou medo de sair do armário). Quer saber pra mim são todos loucos, precisavam mesmo é fazer um tratamento psicológico, tem a mesma mentalidade que o Hittler, a insanidade mental deles beira a loucura.
Li há pouco uma reportagem da Veja que só serve quartel filho de pobre, filho de rico consegue se livrar, como eu não sei, se tivesse como entrar com processo eu entrava, mesmo que tivesse que pagar.
Engraçado que dizem que vivemos em uma democracia, se fosse mesmo, não existiria obrigatoriedade para voto e para servir o quartel, na verdade é uma ditadura disfarçada.

Anônimo disse... @ 21 de agosto de 2012 23:53

Eu sou a favor do alistamento facultativo. Muitos querem servir e ficam de fora e outros que não querem vão pra lá só pra perder tempo. Eu queria ter servido, mas sobrei. Foda-se, eu queria receber treinamento por acaso houvesse uma guerra, mas agora se isso acontecer, eu vou é dar no pé hehehehe. Deserdar o país com a minha família. E assim deveriamos fazer todos nós. Não vale a pena morrermos por causa de um país, a favor de uma guerra tosca que eles criam por patriotismo. Coitado do negãozinho que queria servir e chorou inconformado depois. Eu ainda tenho outros objetivos pela frente, vai saber se ele não passava necessidade. Um grande abraço a todos, inclusive a ele. Se um dia ele ler esse comentário. Força, cara, fé em Deus(esperança) e muito suor.

Isac disse... @ 7 de setembro de 2012 22:34

Afff sou recruta da segunda 2012 e o q eu mais quero e sair . Isso não vale nada eu sou soldado ou capineiro, gari, faxineiro...? Nao e nada do q eu imaginava! Esse lixo de governo nem investe nas for cx as armadas. Na moral se DEUS livra e guar ds e o Brasil entra é m guerra iamos todos morrer devido ao LIXO Q E A FORCA ARMADA BRASILEIRA ! FACO MINHAAS AS AUAS PALAVRAS

júlio césar disse... @ 10 de março de 2013 00:30

trouxa eu quis servir fui dispensado não tive tão grande oportunidade de mostrar meu valor a minha pátria amada essa foto e uma brincadeira sem grassa
e um lixo falta disciplina usar a farda para uma brincadeira desas brincar com a farda que representa não só vc mas o Brasil todo barbaridade seu brincalho qui pena em que Deus deu a oportunidade ao cara erado mas e sempre asim se fose eu ia dar o meu melhor suar a camisa e honrar a bandeira .

amanda disse... @ 26 de fevereiro de 2014 13:12

to irritada,eu odeio o exercito,meu namorado teve que se alistar sem ele querer,pra mim isso é uma ditadura tmbm,obrigar as pessoas a fazerem o que não querem isso é escravidão,só para as pessoas perderem a vida por um ano na quela porcaria de quartel...e ainda bem que não tem guerras no Brasil pq se não nos estaríamos perdidos...eles deveriam pegar só quem quer servir e os q não querem não...a lei do Brasil é porca

Postar um comentário

...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

Não limpe os pés antes de entrar...
Tire os sapatos e sinta-se a vontade!
A casa é sua, só peço um pouco de educação e que não venha simplesmente colar uma plaquinha com o seu endereço... No mais, liberdade de expressão é tudo oque há!
Obrigado pela visita e volte sempre, Será bem vindo :)
- Obs: favor deixar algum link (vale facebook, twitter...) ou email em que eu possa responder
- Obs 2: Se preferir, utilize o formulário para contato

 

Palavras ao Vento!

Versos, prosa e erros ortográficos, tudo em conflito!
Verbos se tornam pronomes e do adjetivo se faz um ser... Sob a brisa da madrugada, marés de ideias se colidem e formam Palavras (ao Vento). Se o resultado é bom ou não, só você pode dizer...

:banners:

Protected by Copyscape Duplicate Content Software

Socialize:

Add to Technorati Favorites Arts & Entertainment Blogs - Blog Catalog Blog Directory

Comentando..

Dose diária de poesia?