Palavras ao Vento

ano VIII ...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

Grande paz, Dos seus olhos

Publicado por Cristiano Nadai under on sábado, junho 14, 2008
Hoje a cidade amanheceu calada
ou sou eu que estou em paz com o mundo, outra vez
A verdade é que meu quarto estava tão calmo
depois de você tocar, tudo fica perfeito

Derrepente o dia muda do nada
limpa o céu e vão as nuvens, de uma vez
e agora eu que estava adormecido
acordo sorrindo, pronto pra viver

Me enxergando em teus olhos
por pura opção
eu queria mesmo ver
o mundo como se fosse você

De todo jeito essa noite eu passei
na grande paz
na grande paz dos seus olhos

Só hoje eu não quero morrer
só hoje eu quero viver uma tarde inteira
Já que você lembrou de mim
já que você aprendeu meu caminho

Em off - republicação,
antigo post perdido em um velho blog

19 deixaram suas marcas:

azul disse... @ 15 de junho de 2008 08:48

"depois de você tocar, tudo fica perfeito"

adorei!
parabéns.

Chris disse... @ 15 de junho de 2008 12:57

Cris, veja o presentinho para o Palavras ao Vento em: http://espartilho.wordpress.com/2008/06/15/selo-this-blog-makes-me-think/

Sem Pretensão disse... @ 15 de junho de 2008 13:56

"Já que você se lembrou de mim, já que você descobriu o caminho.."Isso é o mais importante é nos sentirmos encontrados.Bom, sempre bom reler o que escreves. Ah, vc me dicionou no msn e nunca conseguimos papear. Que tenhamos sorte de nos esbarrarmos.Temcoisa nova por lá. Bjs e boa semana!

Si disse... @ 15 de junho de 2008 17:27

da até pra relaxar...muito lindo
bjssss

biazinha disse... @ 15 de junho de 2008 22:38

Eita! Tava apaixonado na época, heim!
Romântico e sereno!
Beijos.

Sinta o que Eu Sinto disse... @ 16 de junho de 2008 15:57

'republicação' mto bem reaproveitada. é lindo!

MH disse... @ 16 de junho de 2008 19:32

show de bola. nada como estar com a pessoa certa para o dia ficar maravilhoso.

tarciso disse... @ 17 de junho de 2008 14:01

Escrevemos e arquivamos num espaço físico ou num canto da memória flashes da história e no devir inevitável o acontecimento se renova e vale trazê-lo de novo à tona quando nos toca as instâncias mais profundas do ser... o que é bom merece ser revisto e admirado!

Tyellë disse... @ 19 de junho de 2008 01:27

gostei desse espaço...lindas palavras...sucesso para ti

Cris disse... @ 19 de junho de 2008 14:09

Coisa mais que linda é o que o amor faz com a gente~, né? Dá brilho em tudo! Parabéns, Cris...Tá lindo. Um beijo grande!

Sinta o que Eu Sinto disse... @ 19 de junho de 2008 17:08

eu li de novo, como se nunca tivesse lido, e achei belíssimo, novamente. se a inspiração não foi o 'maior poder do mundo' eu tbm de nada mais sei!
brigada pela visita e pelos comentários, seu blog já está entre meus favoritos! bjos!

Jéssica V. Amâncio disse... @ 19 de junho de 2008 21:16

ah muito obrigaaada pelo comentário em meu blog.
:)
e que bom que encontrou a paz no olhar de alguém :)

Júnior Creed disse... @ 20 de junho de 2008 09:25

Cris, saudade de vir aqui e me deixar navegar por esse mar com vento favorável, cheio de palavras. linda poesia que fala de amor, amores e tudo que ronda nossa mente qdo nos deixamos inebriar pelo sentimento. espero que tenha se saído bem nas provas e esteja de férias, em breve. um abração!

azul disse... @ 20 de junho de 2008 13:21

obrigado pelas palavras.
bom fim de semana.
abraço.

André Kaworu disse... @ 21 de junho de 2008 13:15

Olá rapaz! bem vindo de volta ao mundo blogueiro, como foram as provas? espero que bem...sempre que e tem um hiato eu republico um texto, parece que vc fez o mesmo..gostei muito o poema. abraços e boa semana =]

cris santos disse... @ 21 de junho de 2008 19:23

Já que perguntaram... Até que me sai bem nas provas sim. Recuperei quase tudo, só tem uma bendita que me deixou (e mais 90% da sala) de exame. Mas dá nada não,é só mais uma provinha terça feira e FERIAASSS ;).

Anônimo disse... @ 23 de abril de 2010 09:50

eu não quero more tão cedo porque eu sou jovem etelho muitas coisa para fazer entesde more.

Anônimo disse... @ 23 de abril de 2010 09:51

obrigado

Anônimo disse... @ 23 de abril de 2010 09:55

gosto de ler o livro de jorge amado...

Postar um comentário

...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

Não limpe os pés antes de entrar...
Tire os sapatos e sinta-se a vontade!
A casa é sua, só peço um pouco de educação e que não venha simplesmente colar uma plaquinha com o seu endereço... No mais, liberdade de expressão é tudo oque há!
Obrigado pela visita e volte sempre, Será bem vindo :)
- Obs: favor deixar algum link (vale facebook, twitter...) ou email em que eu possa responder
- Obs 2: Se preferir, utilize o formulário para contato

 

Palavras ao Vento!

Versos, prosa e erros ortográficos, tudo em conflito!
Verbos se tornam pronomes e do adjetivo se faz um ser... Sob a brisa da madrugada, marés de ideias se colidem e formam Palavras (ao Vento). Se o resultado é bom ou não, só você pode dizer...

:banners:

Protected by Copyscape Duplicate Content Software

Socialize:

Add to Technorati Favorites Arts & Entertainment Blogs - Blog Catalog Blog Directory

Comentando..

Dose diária de poesia?