Palavras ao Vento

ano VIII ...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

Sonhos de mel

Publicado por Cristiano Nadai under , on domingo, março 16, 2008
Seus lábios de mel
Me elevam à sonhos
Passos e abraços no céu
Tudo tem mais sentido
Quando o coração ama!
Flutuo em seu corpo
Navegante sem rumo
Seguro e aquecido à noite
As regras são de vidro
Quando a paixão manda!
E a vida se desfaz em cores
Pego o vermelho e te dou de presente
Escrito no sorriso: “Amor”
Fecho os olhos e faço desse momento
Retrato eterno em louvor
 
em off - desculpem a minha eterna demora para postar coisas novas e responder os comentarios rs... é que essa semana me clocaram para trabalhar e ficou dificil entrar na net, mas td volta ao normal (espero rs)... Abraços!

13 deixaram suas marcas:

juliana santos disse... @ 17 de março de 2008 09:12

Cris meu amigo que saudades de vc!
hum parece que o amor esta presente...sonhos docês...suas palavras transmite a leveza, que um coração puro sente...
bjos...adoro vc!

♪ Lorena disse... @ 17 de março de 2008 10:44

é, parece que todo mundo anda sem tempo.

*
*
*
*


oh, vida!

MH disse... @ 18 de março de 2008 18:42

hahahah. relaxa...eu tambem estou com uma baita dificuldade para postar. Mas o que importa que é o post ficou muito bonito. É isso ai, entre um trabalhinho e outro a gente vai tentando postar. abraços.

biazinha disse... @ 19 de março de 2008 04:15
Este comentário foi removido pelo autor.
biazinha disse... @ 19 de março de 2008 04:17

Nussa, mas quando a gente tá apaixonado a vida parece 1 filme, e o protagonista que encerra em si a paixão anseia pelo final feliz, mas não há final enquanto há vida, então só nos resta sorver cada particula de ar com a respiração ofegante!
Já observou como eu viajo com tuas poesias? Huahsahahhaha. Nhá,mas quem manda escrever sobre essas coisas do S2 de forma tão bonita?
Amor e paixão são coisas boas, mesmo que a gente o invente só pra se distrair, como disse nosso poetaço Cazuza.
Não tem problema vc sumir não, contanto que em seu retorno vc nos presenteie com esses poemas tão líricos...uau!
Tem um post lá, mas é falando sobre um filme que eu vi no findi que passou.

Kiss and love.

Srtª Amora disse... @ 19 de março de 2008 16:45

Cris... eu sei que teu niver foi dia 29 de fevereiro, né?

ando enrolada esses dias, ia te mandar um recado super fofo pelo orkut, mas acabei tropeçando e perdendo a data.

Mas ó... PARABÉNS!!!

e vc me deu um selo, meu blog tá desatualizado, tenho até que compartilhar um ctg.

de qualquer forma, beijão.

gostei do poema, senhor paixão.

Grazielle disse... @ 19 de março de 2008 20:41

Lindo, Cris. Que declaração...
Amor da mesmo significado à vida...

P.S.: Quando eu comecei o blog busquei no dicionario o significado de texto:
"substantivo masculino. Conjunto de palavras ..."
Daí copiei e colei no título. Acabou virando o nome do blog... daí o "S.M."

obrigado pelas visitas!

Mariliza Silva disse... @ 20 de março de 2008 12:32

Querido

Desculpe minha ausência, mas ando ausente até de mim mesma.

beijos e Feliz Páscoa

Mariliza

Júnior Creed disse... @ 20 de março de 2008 20:01

Cris, engraçado que no finalzinho da poesia vc fala algo que me reporta à outra coisa dentro do que vc falou:"Fecho os olhos e faço desse momento retrato eterno em louvor..." e qual o símbolo máximo do amor? um beijo, suponho. e justamente de olhos fechados é que os apaixonados se permitem, talvez para não acordar de um sonho. sua poesia mistura amor e desejo e o que é o desejo de qqer pessoa senão amar, né? um abração, cara!

Camila Libanori disse... @ 22 de março de 2008 09:43

Resumindo em uma palavra: Apaixonante!

Cris que saudade assim como você estou trabalhando e ainda estudando tempo zero pra mais nada, mais não poderia deixar de passar por aqui!

Mais um vez: APAIXONANTE

BJO!

Pankwood disse... @ 22 de março de 2008 14:24

Poesia escrita por super apaixonado, só pode ! =P

Jessica disse... @ 22 de março de 2008 20:07

É impressionante, mas todos os blogs que eu entrei nessa semana estão falandop de amor! Não sei se é influência da páscoa, não sei se as pessoas simplesmente resolveram falar de amor, mas só sei que essa semana todos parecem eternos apaixonados... Isso é muito bom.
Abraços!

[opiblogger.weblogger.com.br]

Cris disse... @ 25 de março de 2008 08:42

Realmente, tudo tem mais sentido, quando a gente ama, Cris. Os vermelhos tornam-se presentes por serem cores intensas e os sentimentos nos pegam no colo, nos aconchegam e embalam. Lindo, o poema. Beijos....

Postar um comentário

...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

Não limpe os pés antes de entrar...
Tire os sapatos e sinta-se a vontade!
A casa é sua, só peço um pouco de educação e que não venha simplesmente colar uma plaquinha com o seu endereço... No mais, liberdade de expressão é tudo oque há!
Obrigado pela visita e volte sempre, Será bem vindo :)
- Obs: favor deixar algum link (vale facebook, twitter...) ou email em que eu possa responder
- Obs 2: Se preferir, utilize o formulário para contato

 

Palavras ao Vento!

Versos, prosa e erros ortográficos, tudo em conflito!
Verbos se tornam pronomes e do adjetivo se faz um ser... Sob a brisa da madrugada, marés de ideias se colidem e formam Palavras (ao Vento). Se o resultado é bom ou não, só você pode dizer...

:banners:

Protected by Copyscape Duplicate Content Software

Socialize:

Add to Technorati Favorites Arts & Entertainment Blogs - Blog Catalog Blog Directory

Comentando..

Dose diária de poesia?