Palavras ao Vento

ano VIII ...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

Leve Brisa...

Publicado por Cristiano Nadai under on sexta-feira, dezembro 14, 2007
As pétalas se foram com o inverno
nada veio nos dizer adeus
talvez nem fosse preciso

Sou tão indeciso…
heis a única certeza que eu tenho!
noite e chuva, talvez monstros no armário
não é isso que me assusta

 Não são os mortos que causam medo
quem me assombram são os vivos
e a sua não presença
a sua ausência esta me matando

Aos poucos, como um veneno
ou asfixia, mas suave e doce 
primeiro morre o meu coração
 e o resto vai, leve brisa da noite

1 deixaram suas marcas:

Maria disse... @ 20 de dezembro de 2007 20:35

Hey boy!
sim é verdade,os vivos,as pessoas são assustadoras!
Alguns tem medo dos mortos,mas porque se os que estão aqui que causam toda essa violência,terror,morte,injustiça...
Lindo seu texto...
adorei o blog!

Maria xxxx
bjuxxxx

Postar um comentário

...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

Não limpe os pés antes de entrar...
Tire os sapatos e sinta-se a vontade!
A casa é sua, só peço um pouco de educação e que não venha simplesmente colar uma plaquinha com o seu endereço... No mais, liberdade de expressão é tudo oque há!
Obrigado pela visita e volte sempre, Será bem vindo :)
- Obs: favor deixar algum link (vale facebook, twitter...) ou email em que eu possa responder
- Obs 2: Se preferir, utilize o formulário para contato

 

Palavras ao Vento!

Versos, prosa e erros ortográficos, tudo em conflito!
Verbos se tornam pronomes e do adjetivo se faz um ser... Sob a brisa da madrugada, marés de ideias se colidem e formam Palavras (ao Vento). Se o resultado é bom ou não, só você pode dizer...

:banners:

Protected by Copyscape Duplicate Content Software

Socialize:

Add to Technorati Favorites Arts & Entertainment Blogs - Blog Catalog Blog Directory

Comentando..

Dose diária de poesia?