Palavras ao Vento

ano VIII ...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

Danças

Publicado por Cristiano Nadai under on quarta-feira, novembro 07, 2007

dancas Chamei a noite pra dançar
desce, branca e leve, a lua
e me dá um beijo, doce ventania
num suave abraço de plumas

Um brinde de taças ao amor
brilha, bela e forte você
e me empresta sua luz por um instante
um eclipse da certeza do ser

Danço valsas, danço sonhos
passos no meu palco de nuvens
e no compasso exato, do tempo imutavel
danço eu que não sei dançar

2 deixaram suas marcas:

Juliana Santos disse... @ 7 de novembro de 2007 18:01

Que belos seus escritos !

Danço ao som da noite.

bjos

Júnior Creed disse... @ 10 de novembro de 2007 10:37

dança a noite ao som da contradança. gosto de poesias que me façam imaginar a situação, agora estou me vendo dançando sob a luz de um luar... gostei mto do seu blog, cris. vou te linkar. abração!!!!

Postar um comentário

...entre os catetos da hipotenusa e os versos do soneto...

Não limpe os pés antes de entrar...
Tire os sapatos e sinta-se a vontade!
A casa é sua, só peço um pouco de educação e que não venha simplesmente colar uma plaquinha com o seu endereço... No mais, liberdade de expressão é tudo oque há!
Obrigado pela visita e volte sempre, Será bem vindo :)
- Obs: favor deixar algum link (vale facebook, twitter...) ou email em que eu possa responder
- Obs 2: Se preferir, utilize o formulário para contato

 

Palavras ao Vento!

Versos, prosa e erros ortográficos, tudo em conflito!
Verbos se tornam pronomes e do adjetivo se faz um ser... Sob a brisa da madrugada, marés de ideias se colidem e formam Palavras (ao Vento). Se o resultado é bom ou não, só você pode dizer...

:banners:

Protected by Copyscape Duplicate Content Software

Socialize:

Add to Technorati Favorites Arts & Entertainment Blogs - Blog Catalog Blog Directory

Comentando..

Dose diária de poesia?